MeepleBR
MeepleBR / Blog Meeple / Resenha / Resenha – Loser
  • Por: Gustavo Lopes
  • Publicado em: 7 de Maio de 2020

Resenha – Loser

No artigo em que indicamos cinco jogos de entrada para você começar a navegar por esse oceano de jogos de mesa (confira aqui), comentei um pouco sobre os party games, ou jogos festivos e como eles proporcionam bons momentos com muita risada e interação. Hoje vamos falar sobre um jogo nessa categoria, o mais recente lançamento do catálogo da MeepleBR, Loser.

Pequeno notável

Loser é um jogo para 3 a 6 jogadores do aclamado designer Bruno Cathala (autor de jogos como Kingdomino, Jamaica e Five Tribes), com partidas rápidas que podem levar de 10 a 20 minutos, dependendo da quantidade de participantes, e recomendação para jogadores com 8 anos ou mais.

A grande sacada do Loser é que na partida só há um perdedor, ou seja, todos os demais ganham, ao invés de somente um jogador ganhar no final. Esse “fator sacanagem” e o tempo de jogo incentiva os participantes a disputarem partidas consecutivas na tentativa de não perderem novamente.

A versão brasileira vem numa roupagem diferente das edições internacionais, em uma caixinha pocket, permitindo que você carregue o jogo para qualquer lugar facilmente. Isso facilita bastante para você apresentá-lo para novos jogadores ou levá-lo por aí para jogar sempre que possível.

 

Mecânicas

A base do jogo é simples, possuindo um “estilo Uno de ser”. Os jogadores buscam pela carta certa de uma sequência de 1 a 19. A carta certa pode ser a maior dentre as cartas dos demais jogadores, ou a certeza de que estará com a menor.

Isso porque, a cada rodada, todos os 19 números estão presentes na mesa, seja na mão dos jogadores, revelados na mesa ou fechados (com a face voltada para baixo). No fim da rodada, cada jogador manterá somente 1 carta na mão e votará se acha que essa carta é a maior entre as cartas de todos os jogadores, ou a menor.

O sistema de votação determina o perdedor da rodada. Se o jogador com a maior carta votou que tinha a menor, ele perde. Se ele votou sozinho que tinha a maior, quem tem a menor carta perde. Se vários jogadores votaram que tinham a maior carta, aquele com a carta de menor valor que votou errado, perde.

Cada jogador tem duas cartas de personagem, que representam duas metades de um mago e, cada vez que o jogador perde, uma das metades é virada, revelando que aquele jogador está prestes a se tornar um sapo. O jogador que revela as duas metades do sapo primeiro é o perdedor da partida.

Incrementando essa mecânica simples, o jogo conta com duas cartas de habilidade que ficam abertas na mesa. Sempre que um participante joga um número azul na mesa, ele pode usar essa habilidade e virar a carta de habilidade, revelando outra habilidade no verso. Além disso, existem cartas especiais, que podem mudar as regras da partida – dando benefícios aos jogadores ou causando estrago nos oponentes – trazendo variação a cada partida.

 

Opinião

Loser é um ótimo jogo festivo de bolso com boa rejogabilidade, possuindo número de jogadores e duração da partida na medida. As regras fáceis e rápidas de explicar, além das mecânicas simples, nivelam jogadores de diferentes idades na mesa.

Por fim, o fator “sacanagem” é a cereja do bolo, um diferencial principalmente para aqueles que estão chegando no hobby. Sem dúvida Loser é mais um jogo que aumenta ainda mais o catálogo da MeepleBR e um título a ser avaliado para sua coleção.

Gustavo Lopes

Roteirista, editor e apresentador do podcast Gambiarra Board Games, postador de fotos no instagram @gambiarraboardgames, mas antes de tudo, apreciador de jogos de tabuleiro. Começou nos ameritrashes e cooperativos, passou pela fase dos fillers e dos party games e, apesar de ainda jogar tudo isso sem hesitar, segue no rumo dos euros pesados em busca de maiores dores de cabeça.

Compartilhar postagem:

Copyright © 2020 Meeple BR - Todos os direitos reservados.