MeepleBR
  • Por: Márcio Botelho
  • Publicado em: 13 de novembro de 2020

Lidere as bruxas

TRIORA: CIDADE DAS BRUXAS É UM JOGO NACIONAL QUE TRATA DE VINGANÇA, POÇÕES E FEITIÇOS. UMA ÓTIMA OPÇÃO PARA A SEXTA-FEIRA 13

Em 1587 a cidade de Triora, pequena localidade no Norte da Itália e próxima a fronteira com a França, passava por grandes dificuldades: uma seca longa arrasou as plantações, a peste se propagava rapidamente entre os famélicos e a população exigia explicações das autoridades locais.

A culpa recaiu sobre mulheres da região, rapidamente vistas como bruxas, que acabaram sofrendo um longo processo inquisitorial que culminou com a morte de 5 delas no ano de 1589. Um fato trágico e que demonstra como uma crise social pode levar a procura de bodes expiatórios, pessoas inocentes que são sacrificadas para aplacar a fúria popular.

Mas por um momento, vamos imaginar que essas mulheres realmente fossem bruxas com poderes mágicos.

Como essas mulheres, e suas companheiras de covenant, se vingariam da ira irracional dos moradores de Triora?

Essa é a proposta de Triora: a cidade das bruxas, jogo nacional criado por Michael C. Alves, e que convida os participantes a assumirem o papel das bruxas que arquitetam essa grande vingança.

Pegue seu caldeirão, separe os ingredientes mágicos e convoque seu gato endiabrado, pois agora é a hora de botar Triora abaixo!

Visão geral

Triora: a cidade das Bruxas é um eurogame para 2 a 4 jogadores, desenvolvido no Brasil e lançado em 2019 pela MeepleBR. Entre suas mecânicas principais encontram-se a alocação de trabalhadores, o controle de área, a coleção de componentes e a ordem de turno variável. A complexidade deste jogo é média, sendo comum as partidas durarem por volta de 90 a 100 minutos.

Durante o jogo os participantes deverão destruir as estruturas que existem em Triora (fazenda, castelo, moinho, vilarejo e etc); para isso, será necessário coletar ervas e preparar poções, recursos que são organizados no tabuleiro individual de cada jogador. Também é possível usar poções para criar mortos-vivos, amaldiçoar ou enfeitiçar as autoridades locais.

Triora é um daqueles jogos nos quais nem sempre maior é melhor: se sua bruxa causar muita destruição, chamará a atenção do Inquisidor, uma figura que vai persegui-la e que poderá fazer os seus planos irem por água baixo em um piscar de olhos.

Sendo uma bruxa

A cada rodada os jogadores terão dois momentos distintos de ação: a fase da noite e a fase do dia.

Na fase da noite as bruxas e seus familiares irão se mover por Triora, ervas mágicas serão plantadas e colhidas, poções preparadas e cidadãos enfeitiçados. De maneira alternada, cada participante deverá mover seu meeple de bruxa ou seu meeple de familiar para um dos espaços do tabuleiro. A bruxa dá acesso a ações mais fortes, já o familiar possui algumas limitações de ação. Nessa fase são fabricadas e utilizadas as poções.

Na fase do dia, que equivale a uma fase de manutenção, as ervas plantadas nascem para serem colhidas. Além disso, o Inquisidor vai tentar caãr a bruxa mais descuidada, aquela que acumulou mais pontos na trilha de Inquisição. Caso esse valor seja muito alto, é possível que aconteça a eliminação imediata do participante. Outro ponto importante da fase do dia é a ação do fantasma de Morgana, a antiga líder do covenant que auxilia a bruxa do jogador que estiver atrás na pontuação.

O jogo termina quando três lugares da cidade são completamente arruinados pelas bruxas OU quando uma das bruxas é capturada pelo inquisidor e eliminada da partida. Em ambos os casos, o participante com o maior número de pontos é o vencedor.

Diversão para bruxinhas e bruxões

A arte do jogo, desenvolvida por uma equipe de qualidade composta por Marcelo Bissoli, Rainer e Dudu Torres, é sombria e transmite bem o clima perturbador e fantasmagórico dos tempos da Inquisição.

Os componentes são bonitos, em especial os marcadores de poções, familiares e bruxas feitos de madeira e pintados com cores vivas. Um deleite para entusiastas de jogos no estilo euro e apaixonados por peças de madeira.

O tema do jogo, bruxas e feitiçaria, é bastante atrativo para muitas pessoas, o que pode tornar Triora uma boa opção para apresentar os board games aos seus amigos e familiares que não os conhecem, todavia é necessário frisar que a complexidade do jogo pode afastar algumas pessoas que não estejam acostumadas a um entretenimento que exija maior raciocínio e planejamento.

Triora: cidade das bruxas é divertido, desafiador e ideal para fãs de jogos com uma complexidade média. Se quiser conhecer esse grande título fique de olho, ele vai chegar as lojas de todo o Brasil a partir da última semana de novembro.

Márcio Botelho

Raça: Humano. Alinhamento: caótico e bom. Classes: Historiador 6, Crítico literário 4 e Nerd 10. Colhendo ervas para fazer as poções.

Compartilhar postagem:

Copyright © 2020 Meeple BR - Todos os direitos reservados.